Casa Angela - Monte Azul

Casa Angela - Monte Azul

  • Monte Azul, Associação Comunitária Monte Azul

  • Contato
  • São Paulo

R$ 2

de 1 doadores

Nosso projeto

Tudo começou quando uma parteira alemã, Angela Gehrke da Silva, iniciou em 1983 um trabalho com uma abordagem comunitária para partos humanizados e cuidados com a saúde dos bebês e da criança, na comunidade Monte Azul, situada na periferia da zona sul de São Paulo, no distrito de M´Boi Mirim, no Jardim São Luís.

 

Os bebês vinham à vida de forma respeitosa e atenciosa em suas próprias casas ou no Ambulatório Médico Terapêutico Monte Azul. Em 2009 foi construída a Casa Angela, um Centro de Parto Humanizado e Atenção à Saúde Materno-Infantil, prestando os primeiros serviços, com o cuidado pré-natal e pós-parto, além de grupos de apoio. A partir de 2012 foi possível trabalhar em pleno funcionamento, incluindo assistência ao nascimento 24 horas. Desde então, a Casa Angela não apagou mais as suas luzes!

 

Com a missão de “promover a saúde materna e infantil por meio de programas de cuidados qualificados, humanizados e centrados nos direitos humanos durante a gravidez, parto e período pós-parto ao longo do primeiro ano do recém-nascido”, a Casa Angela realiza um Programa de Atenção Integrada que atua da seguinte forma:

 

Durante a gravidez:

  • Ambulatório Pré-natal e Programas de apoio;
  • Consultas individuais:
    • Orientação sobre autocuidado;
    • Grupos de apoio e cursos;
    • Triagem para fatores de risco gestacional e social;
    • Plano de parto.

 

No momento do parto:

  • Cuidado ao nascimento para mulheres com gestação de baixo risco em um modelo de assistência humanizada e centrada nos direitos humanos;
  • Alojamento por 48h para mãe, recém-nascido e pai ou outro acompanhante após o nascimento;
  • Triagem neonatal;
  • Apoio à amamentação e cuidados com o bebê;
  • Saúde materna e neonatal.

 

Cuidados para mãe e filho ao longo dos primeiros 12 meses de vida:

  • Atendimento ambulatorial pós-parto;
  • Consultas pediátricas;
  • Apoio à amamentação - apoio 24 horas às mulheres e recém-nascidos no período de pós-parto e amamentação;
  • Visitas domiciliares no período pós-parto;
  • Grupos de apoio à amamentação e maternidade liderados por mulheres;
  • Planejamento Familiar;
  • Prevenção das DST.

 

Desenvolvemos um programa de atendimento especializado para mães adolescentes e mulheres em situação de alta vulnerabilidade.

 

Buscamos promover a participação política das mulheres – em 2014 a Casa Angela ganhou o prêmio Saffiotti de Saúde pela Câmara Municipal de São Paulo em defesa dos direitos das mulheres.

 

Nossa infraestrutura:

  • 3 consultórios médicos;
  • Sala ampla para atividades em grupo;
  • 3 quartos de nascimento (all-in-one labor, parto e pós-parto);
  • 3 alojamento conjunto para a mãe, o bebê e o pai;
  • Quarto e equipamento de emergência;
  • Ambulância 24h;
  • Clínica de amamentação com posto de coleta leite materno.

 

Nossa equipe:

  • 12 parteiras;
  • 5 auxiliares de enfermagem;
  • 1 pediatra;
  • 1 educadora comunitária;
  • 1 fisioterapeuta;
  • 1 psicólogo (voluntário);
  • 2 cozinheiros;
  • 4 auxiliares de limpeza;
  • 4 motoristas de ambulância.

 

Indicadores de qualidade:

0% Mortalidade materna;

0% Mortalidade neonatal;

0% Infecções puerperais ou de recém-nascidos.

 

Beneficiários:

  • 740 mulheres, seus bebês e famílias;
  • 32% em situação de vulnerabilidade social;
  • 18% mães adolescentes (12-19 anos).

 

Atualmente:

  • 2.300 consultas/mês;
  • 420 atendimentos em grupo/mês;
  • 30 partos/mês.

 

Doe e ajude a Casa Angela a trazer e transformar vidas na comunidade!

 

A Casa Angela desenvolve o trabalho em alinhamento com as diretrizes globais:

  • Objetivo do Milênio nº 3 - Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres;
  • Objetivo do Milênio nº 4 - Reduzir a mortalidade infantil;
  • Objetivo do Milênio nº 5 - Melhorar a saúde materna;
  • Organização Mundial da Saúde – WHO
    • Tecnologia apropriada para o nascimento (1985);
    • Assistência ao parto normal: um guia prático (1996);
  • Iniciativa Internacional para o Nascimento “Mãe Bebe” – IMBCI
    • 10 passos para serviços de maternidade ideais.

 

Serviços de saúde com base nas melhores práticas e evidências científicas:

  • Uso adequado da tecnologia na assistência ao parto;
  • Programa de educação continuada 200h/ano;
  • Parceria com a Universidade de São Paulo (USP): - campo de treinamento para estudantes de pós-graduação - cursos de pós-graduação para obstetrícia - 600 estudantes de obstetrícia treinados.

 

Assistência aos direitos da mulher baseada em:

  • Bondade, respeito e dignidade;
  • Prestação de informações qualificadas;
  • Tomada de decisão consciente;
  • Apoio físico e psicológico e preparo para a gravidez, parto e maternidade;
  • Plano de parto;
  • Capacitar as mulheres em trabalho de parto e nascimento
  • Apoio contínuo;
  • Evitar intervenções desnecessárias e de rotina.
  • Abordagem centrada em torno dos cuidados físico e emocional de mulheres e famílias e suas necessidades socioculturais;
  • Contato Imediato pele a pele de mãe e bebê;
  • Amamentação na primeira hora de vida;
  • Apoio social dos parceiros outros familiares ou amigos em todos os serviços de cuidados;
  • A participação do pai no trabalho de parto, parto e cuidados com o bebê.

Atividades0

Comentários


Baixe o aplicativo nas lojas